A endometriose e o calor

Olá!! Tudo bem? Muito calor aí? Porque aqui está! Eu particularmente passo muito mal no calor, muito mesmo.

Procuro não sair todos os dias de casa para não correr o risco. Fiz uma pesquisa na minha página e grande parte das portadoras também passam muito mal. Inchamos demais, tontura e enjoo.

Nós portadoras já inchamos muito, né? Aí no calor piora. Minha dica para ter uma qualidade de vida no calor é tomar bastante líquido, água de coco, chás gelados e evitar comer carboidratos. Comer frutas também ajuda a refrescar e a desinchar. 😊

Alguém tem alguma dica para compartilhar com a gente? 😊 Comenta por favor!!!

Obrigada e até mais! ❤💋

Minha felicidade durou pouco

Meninas, tudo bem?

Comecei um programa de alimentação saudável com uma engenheira de alimentos e no primeiro dia comentei com ela do chá de hibisco com sene que falei para vocês. Lembra que eu tava muito feliz? Kkkkkk Apesar da minha médica de endometriose ter me passado esse chá e eu ter me sentido muito bem com ele, hoje recebo a notícia da engenheira de alimentos que é pra eu retirar, porque ele pode comprometer os níveis de estrogênio. E nós que temos endometriose temos que tomar muito cuidado com isso, né?

Isso já aconteceu comigo outras vezes, muitas vezes os médicos de endometriose não se atentam para nossa alimentação, por isso a importância de termos um profissional nos acompanhando. Vou trazendo mais novidades para vocês pois ela está adequando minha alimentação. Eu já estava sem glúten e sem lactose, agora ela retirou o açúcar e a carne vermelha 😭. Mas tudo para o bem da nossa saúde, né?

Confesso que eu estava meio deprimida nos últimos meses em relação a minha saúde e a alimentação, porque comer é o único luxo que tenho, sabe? E a nossa vida não é fácil, precisamos de uma válvula de escape. Eu nunca fui de comer muito, porém minha única diversão era sair para comer e, com isso, claro, comendo errado. Hahahhahaha

Agora preciso arrumar outra válvula de escape! Aproveitando vou deixar aqui uma dica da Kelly para vocês:

“Hoje a cor é o Branco😍. Alimentos que contêm a cor branca apresentam em sua composição a alicina, que combate infecções e contribui para a redução do colesterol, triglicérides e pressão sanguínea, e é considerada um antibiótico natural. Estudos indicam que a alicina pode reduzir a arteriosclerose e o depósito de gordura. Fontes: cebola, alho, cebolinha, alho-poro 😋 (Por Kelly Lendini Troni Eng Alimentos e Doutora em Eng Química).”

Essa dica é ótima meninas, pois é um antibiótico natural!! ❤

Beijos!

Os chás que mudaram a minha vida

Oi gente, tudo bem com vocês?

Sempre odiei tomar coisas quentes, cafés, chás, etc. Mas mesmo cortando glúten e lactose eu permanecia inchada. Então descobri o chá de hibisco com sene. Gostoso não é, mas desincha que é uma beleza e regulariza o intestino. O inchaço e a dificuldade de ir ao banheiro são duas coisas que a endometriose provoca forte em mim. Misturando os dois fica bem controlado, não solta muito o intestino e nem muito a bexiga, fica na medida. Eu tomo uma xícara pela manhã em jejum e uma à noite. Tem gente que prefere colocar canela para o gosto ficar agradável, eu não coloco nada, tomo tudo no “gute” para acabar logo. Kkkkkkkk Pode tomar gelado também, eu não coloco açúcar e nem adoçante.

Apesar do gosto ruim, é algo que não pretendo tirar do meu cardápio tão cedo. Lembrando que tem que tomar cuidado, fazer na medida, porque se exagerado faz mal. Eu coloco duas flores de hibisco e uma colher de sobremesa de sene para uma xícara de água. O ideal é tomar duas xícaras por dia, nem mais e nem menos. Para ter o efeito desejado é muito importante tomar muita água também, não se esqueçam!

Boa semana para vocês! ❤

Alimentação e a endo

Oi gente, tudo bem?

Hoje começo falando sobre uma parte que, para mim, é muito difícil: a alimentação.

Quem tem “endo” tem que tomar muito cuidado com os alimentos que inflamam, como por exemplo: glúten, lactose, carne vermelha e açúcar. Só de falar, já me bate um desespero porque o que sobra pra comer? Faz 15 dias que estou fazendo a dieta e já eliminei 7 kg. Mesmo não fazendo à risca deu muito certo, mas com certeza foi muito mais inchaço do que gordura. Fora que o intestino funciona perfeitamente. É inegável que quando a gente come certo tudo fica muito melhor, mas resistir às tentações não é fácil, né?

Meninas, experimentem tirar esses itens da alimentação que vocês vão ver como as dores diminuem, a barriga e etc. Não esqueçam também de fazer uma atividade física e beber muita água. Nesse friozinho tenho bebido muito chá. Nesses 15 dias consumi bastante ovo, frango, frutas e peixe. Deixei um pouco a desejar na salada!

Meu foco agora é me manter desinchada!

Conto pra vocês no próximo texto como estará a situação. Beijos! 😘

Tempos difíceis

Oi gente! Estive um tempo sumida, devido a muitos problemas. Sabe quando tudo acontece? Então, tudo aconteceu! Peço perdão, vou contar já para vocês!

Quando a gente passa muito nervoso, stress, nosso corpo sente. E foi exatamente o que aconteceu. Senti dores, tive sangramento e logo me bateu um desespero, achando que a ‘endo’ tinha batido em minha porta novamente. Meu intestino parou de funcionar por dias, que desespero! Então, marquei consultas, exames e, com a graça de Deus, era stress, não era a ‘endo’!! 🙏

Com tudo isso, comecei uma dieta hoje para conseguir balancear tudo e desinchar um pouco, até porque andei abusando de alimentos que para nós portadoras de endometriose não é indicado! Esse será o tema do nosso próximo texto, prometo que em breve eu posto, não vou demorar!! ❤

A endometriose e a informação

Começo hoje contando uma história!

Meu marido veio falar comigo, enquanto voltávamos do trabalho: “Amor, hoje tinha uma matéria no hotmail sobre endometriose, falava que não tem cura, que atinge vários órgãos, que mais de 15 milhões de mulheres são portadoras e etc”.

Então perguntei: “Amor, você já conhecia a endometriose antes de me conhecer?”

Ele: “Não, nunca tinha ouvido falar!”

Eu: “Antes de eu descobrir, também não conhecia, mas eu já tinha ouvido falar!”

Na hora que tivemos essa conversa, pensei: “Vou escrever sobre isso!!”

Porque gente, se todo mundo se interessasse em ler sobre a endometriose, tudo seria melhor, sofreríamos menos preconceito, teríamos menos pessoas nos julgando!

Como eu disse: eu tenho a benção hoje de ter um marido que me ajuda muito, mas no passado tive uma pessoa que não era assim. Então, já vivi os dois lados.

Muitas vezes eu tenho vontade de gritar: “Pelo amor de Deus, se informem!!”. Todo mundo precisa ler, saber sobre as coisas antes de falar qualquer besteira. Mas nem todo mundo tem a atitude igual do meu marido, que lê desde que me conheceu e não parou de ler nunca.

A informação é muito importante em qualquer área!!

Vamos ler?

A endometriose e nosso país tropical

O verão se foi, clima um pouquinho mais fresco, a vida um pouquinho melhor, pelo menos para mim.

Eu incho demais por causa da endometriose. Com o calor então, parecia que ia explodir. Tiveram dias de me sentir sufocada, pelo amor de Deus. Mesmo bebendo muita água, seguindo todos os protocolos, nada mudava.

Dia 18 agora tenho médico de controle, vou a cada 6 meses. Confesso que não aguento mais, mas é muito necessário. E aí entro na questão: como são os médicos de vocês? Cuidadosos? Preocupados? Ou você é apenas mais uma louca com milhões de sintomas?

Lá onde passo, tinha uma médica maravilhosa que foi a que me operou, Dra. Carla Ramos. Na época dela, não via a hora de chegar o dia da consulta, confesso que choro de saudade! 😓 Mas a doutora precisou voltar para Piauí, onde nasceu. Desde então, as médicas que me atendem, só pela misericórdia de Deus. Se elas olharem no seu olho, sinta-se feliz! Mas lá é SUS, né meu povo. E nesse país tem verba para roubarem, mas para isso não tem. Enfim, gostaria de saber como são os médicos de vocês. Vocês se sentem à vontade para contar o que sentem? Ou esse auxílio vocês encontram em grupos de apoio?

Eu estava aqui pensando: vivemos em um país caloroso não só de clima, mas de pessoas. Sempre vemos as portadoras se ajudando e é assim que vamos sobrevivendo. Mas já passou da hora desses políticos fazerem algo por nós, porque muitas de nós não têm acesso a nem um atendimento digno.

Que o Brasil não seja apenas conhecido por ser tropical e bonito por natureza, mas sim por ter governantes que se importam com a saúde de seu povo.

Os desafios da endometriose

Escrever hoje sobre isso é simples, é só descrever o que estou sentindo.

Toda mulher tem que enfrentar vários desafios diários, não é? Como provar diariamente que mulher dirige bem, que não é o sexo frágil, que tem capacidade para ganhar o mesmo que um homem e por aí vai!

A mulher com endometriose tem o seu primeiro desafio quando acorda. Falo por mim. A endometriose me deixa tão fadigada que a minha vontade era ficar na cama o resto do dia, mas não, a gente veste aquela cara de forte e segue em frente. Na hora de vestir a roupa, como esconder aquela barriga que parece gravidez, causada pela endometriose? Sem falar nesse calor, que eu passo muito mal! Muitas vezes temos que enfrentar o dia a dia com muita dor, mas sem reclamar e sem fazer cara feia! Sim, se não você é a frescurenta, dramática, quer chamar a atenção e tudo mais. Fora que qualquer dor que aparece a gente já pensa: “ai, será que é a endometriose que está causando isso?”. Viver com a sombra da endometriose realmente é horrível!!

Somos guerreiras e o que eu acho mais bacana é como nós nos unimos para ajudarmos umas as outras.

Ontem eu estava conversando com uma cliente sobre a minha história com a endometriose e uma moça veio me perguntar sobre o tal blog que eu tinha falado, que ela tinha escutado e queria saber o endereço. Porque a irmã dela tem endometriose e não acha um médico por aqui. Naquele momento pude sentir a importância desse trabalho! Obrigada a todas e até breve!

A endometriose e a atividade física

Vou confessar: sou muito preguiçosa! Mas desde que descobri a doença, os médicos orientam para que eu faça exercícios físicos.

Sim, é muito importante! Ajuda em vários aspectos, como por exemplo: inchaço, dores, emagrecimento, ansiedade, depressão e muito mais.

Hoje faço pilates e caminhada. É um desafio diário, pois por ter feito duas cirurgias a região fica sensível e por vezes dói bastante. Por isso é muito importante fazer com a supervisão de um profissional, para que não corra o risco de estar fazendo algum exercício incorretamente.

Quando eu falo que é um desafio, é mesmo, porque por muitas vezes somos julgadas por moles, frescas e muitas outras coisas. Mas é aquela coisa, só quem tem endometriose sabe o que passamos. Então não deixe se abater pelo julgamento dos outros, faça seu exercício diário, mesmo fazendo careta, mesmo você reclamando. Sim, eu sou assim, e não estou nem ligando para quando as pessoas dizem: “mas você faz careta demais”!!

No meu pensamento fica passando a seguinte frase: o importante é que estou me esforçando e enfrentando os desafios. Pois a vida de uma portadora de endometriose é enfrentar desafios todos os dias!! E esse é o nosso próximo tema!! Até lá!! :*

A endometriose e o nosso corpo

A endometriose é uma doença que pode espalhar pelo corpo todo se não for diagnosticada rapidamente.
Corpo todo? Sim, útero, trompa, intestino, nariz, pulmão, cérebro e muitos outros órgãos.
No meu caso atingiu vagina, reto, bexiga, ovários, trompa e útero. Foram 8 horas de cirurgia, saí muito inchada e os momentos mais difíceis foram os pós cirurgia, pois tive complicações.
Demorei mais de um ano e meio para voltar meu corpo como era antes da cirurgia. Hoje vivo uma vida normal, porém bem regrada. Cuido a alimentação, pratico exercícios físicos (tema do próximo texto), tenho o DIU.
Posso dizer que cada dia é um desafio e uma superação. Quem olha pra mim hoje não imagina o que passei, pois nunca deixei me entregar, pelo contrário hoje trabalho muito mais do que muitas pessoas “saudáveis”.
Ser portadora de endometriose é enfrentar todos os dias o seu próprio corpo. E como fazer isso? Veremos no próximo texto junto com o tema de exercícios físicos!! Até lá!! 😗